serrotinha

serrotinha

Todos os anos, desde 2009, a serrote prepara uma edição especial para a Festa Literária Internacional de Paraty. Distribuída gratuitamente durante a Flip, a serrotinha traz material em torno do autor homenageado do evento, textos de escritores convidados, amostras do acervo do IMS e muito mais. Confira nesta página alguns dos números já publicados.

serrote 29½ (2018)

A revista apresenta uma série de fotografias inéditas de Hilda Hilst e da Casa do Sol, seu refúgio, feitas por Eduardo Simões para os Cadernos de Literatura Brasileira do Instituto Moreira Salles. As imagens são acompanhadas por um ensaio do escritor Joca Reiners Terron sobre a autora homenageada da Flip 2018. A edição traz ainda um texto da ensaísta inglesa Alice Meynell sobre o riso e um relato do colombiano Héctor Abad sobre a turbulenta vida amorosa do matemático e filósofo Bertrand Russell.

serrote 26½ (2017)

A crítica literária Beatriz Resende apresenta uma seleção de trechos do Diário íntimo, de Lima Barreto, em que o autor homenageado da Flip 2017 reflete sobre racismo e exclusão, mas também se admira com cenários e personagens do Rio. A edição traz ainda um texto da jornalista argentina Leila Guerriero sobre literatura de viagem e um artigo da historiadora australiana Sheila Fitzpatrick sobre o centenário da Revolução Russa.

serrote 23½ (2016)

Um ensaio de Alice Sant’Anna sobre os cadernos da poeta Ana Cristina Cesar revela os bastidores da criação de A teus pés, obra-prima da autora homenageada da Flip 2016. A mesma edição publica duas pequenas joias: “Arte ou indústria?”, do diretor francês Jean Renoir, e “A filosofia do guarda-chuva”, do escritor britânico Robert Louis Stevenson.

serrote 20½ (2015)

No ano em que a Flip homenageou Mário de Andrade, a serrotinha publicou textos e imagens do diário de bordo que a fotógrafa Maureen Bisilliat manteve quando, em 1985, refez a viagem narrada pelo escritor no livro O turista aprendiz. A edição trouxe ainda um ensaio do arquiteto Adolf Loos e uma seleção de desenhos de J. Carlos, sob guarda do IMS, apresentados pelo caricaturista Cássio Loredano.

serrote 17½ (2014)

A jornalista portuguesa Kathleen Gomes reconstitui o diálogo de Millôr Fernandes, homenageado da Flip 2014, com leitores e intelectuais de Portugal. O escritor chileno Jorge Edwards relembra seus encontros com Rubem Braga. Coordenadora de Literatura do IMS, Elvia Bezerra narra uma passagem curiosa da vida diplomática de Otto Lara Resende. E o crítico José Carlos Avellar desvenda desenhos do diretor Glauber Rocha sob guarda do IMS.

serrote 11½ (2012)

Duas cartas inéditas de Carlos Drummond de Andrade para Francisco Iglesias, encontradas no acervo do IMS, são o mote para o texto de Elvia Bezerra sobre a relação do autor homenageado da Flip 2012 com sua terra natal, Minas Gerais. A edição apresenta também autorretratos da artista inglesa Bobby Baker, um texto de Joseph Epstein sobre a fofoca e um diário de Rodrigo Fresán sobre a laboriosa mudança de sua biblioteca.

serrote 8½ (2011)

Em diários inéditos, sob guarda do IMS, Paulo Mendes Campos registra suas viagens por União Soviética, China e Polônia. O escritor espanhol Javier Marías repassa sua relação de amor e ódio com O Gattopardo, de Lampedusa. E dois ensaios visuais completam a edição: um com pinturas de Elizabeth Bishop e outro com retratos de escritores feitos por Roberto de Vicq de Cumptich usando apenas as letras de seus nomes.

serrote 5½ (2010)

A segunda edição da serrotinha resgatou a transcrição de um encontro entre Jorge Luis Borges e Vinicius de Moraes, em Buenos Aires, em 1975. Eucanaã Ferraz apresentou poemas do sociólogo Gilberto Freyre, homenageado da Flip 2010. A revista publicou também um ensaio de Edith Warton, “O vício da leitura”, e uma seleção de fotopinturas tradicionais do Nordeste.

serrote 1½ (2009)

A serrotinha estreou na Flip 2009 revelando duas fotos inéditas de Manuel Bandeira, homenageado do evento, feitas em Minas Gerais pelo argentino Horacio Coppola. A revista trouxe ainda uma seleção de textos breves de um mestre do ensaio, o americano E. B. White, e um artigo de Rafael Cardoso sobre antigas edições populares de José de Alencar, parte do acervo de José Ramos Tinhorão sob guarda do IMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *